Publicidade

quinta-feira, 25 de setembro de 2014 Crítica, direitos humanos, homofobia, LGBTs | 11:50

São eles que pactuaram com o Diabo

Compartilhe: Twitter

WaldirDias atrás denunciei aqui que o deputado estadual Édino Fonseca, pastor fundamentalista e homofóbico do PEN (racha do PSC de Feliciano e Everaldo) estava distribuindo uma custosa revista de 24 páginas e um CD com conteúdo homofóbico e medieval, anunciando “os planos do Anticristo” e propondo contra eles um santo remédio: Marina Silva presidenta. A revista (que recebi de uma colaboradora do meu mandato que mora na zona oeste do Rio, área dominada pela máfia das milícias), trazia a foto de Marina junto a Fonseca e outro candidato, Ezequiel Teixeira, e estava sendo distribuída por um exército de “voluntários” das igrejas evangélicas fundamentalistas.

O material era tão bizarro que a campanha de Marina Silva finalmente soltou uma nota de repúdio dizendo que não tinham autorizado sua elaboração e nem concordavam com seu conteúdo. Mas a Marina foi esperta: a nota de repúdio não foi divulgada em seus perfis oficiais, com milhares de fãs, e teve pouca repercussão. Muita menos que os milhares de exemplares da revista homofóbica associada a sua campanha por Fonseca, que a assina com seu CNPJ eleitoral.

Hoje recebi a denúncia de uma moradora de Bento Ribeiro, na zona norte do Rio, que recebeu ONTEM um exemplar da revista e do CD, que continuam sendo distribuídos!!! Com uma pequena diferença: em vez de Fonseca e Teixeira, nesse bairro a revista traz as candidaturas de Fonseca e Pedregal, candidato de outra legenda de aluguel: o PHS. E Marina Silva, de novo!

Lembremos: a revista denuncia “os planos do anticristo”, e enumera: “eutanásia, mercado do feto, prostituição de menores, carícias de homossexuais em lugares sagrados…”, etc. Misturando discurso religioso com uma linha argumental que lembra a propaganda nazista contra os judeus (no caso, em vez dos judeus, o “inimigo” apontado está composto por homossexuais, prostitutas, ateus, comunistas, “abortistas”, usuários de drogas e o governo Dilma), a publicação descreve uma conspiração satânica internacional para a criação de uma “nova ordem mundial” que pretende “se rebelar contra Deus”.

Marina Silva soltará outra nota sem divulgá-la em seus perfis, deixando que essa propaganda criminosa continue nas ruas, sem fazer nada concreto para impedir que sua imagem seja usada para dar legitimidade a essa porcaria?

Enquanto escrevia esse texto, meu companheiro Waldir, ativista gay, enfermeiro e candidato a deputado federal pelo Psol no estado do Amapá (seu número, como o meu no Rio, é 5005) me ligou para avisar que foi vítima de uma agressão homofóbica enquanto fazia campanha. Jogaram uma pedra nele, sagrou bastante mas, felizmente, não teve ferimentos graves. Dias atrás tinha recebido uma ameaça anônima: “Vamos acabar com você: 5005 paus no seu cu”. Ele está indo agora para a delegacia. A pedra, segundo me contou, veio de um carro identificado com adesivos da campanha de Lucas Barreto, candidato a governador. Chegou-me também o caso do fotógrafo Zé Britto, agredido nesta última noite na Zona Sul do Rio com um cabo de vassoura enquanto exercia o seu trabalho. A agressão foi gratuita. Só por ele ser gay mesmo. Ele é franzino. Diabético. Trabalhador.

Alguém perguntará o que tem a ver o panfleto homofóbico de Fonseca com a agressão contra Waldir. Diretamente, os fatos não estão relacionados. Mas cada pedra jogada contra um veado no Amapá, cada lâmpada quebrada na cabeça de uma bicha na Av. Paulista, cada travesti espancada até a morte, cada lésbica agredida num lugar público, cada agressão física contra um de nós começa a nascer de um discurso do pastor MALA-FAIA, de um panfleto de Édino Fonseca, de uma fala do deputado viúva da ditadura, de uma pregação de ódio homofóbico no templo ou na igreja, de um/a governante ou candidato/a que sobe no palanque dos vendilhões do templo e cala a boca diante do preconceito e o ódio contra nós,  LGBTs, em troca de votos ou tempo de TV.

Cada cara molhada com sangue como a de Waldir é o retrato que os políticos e pastores que lucram com a homofobia, a lesbofobia e a transfobia deveriam olhar para enxergar o que realmente são. Porque, como disse aquele escritor veado no romance “O Retrato de Dorian Gray”, são eles que pactuaram com o Diabo.

Autor: Tags:

2 comentários | Comentar

  1. 52 RILEY DIEGO 23/03/2015 16:51

    concordo com Jean Willys no texto, e acredito que não há limites para tanto ódio.

  2. 51 PAULO ALCANFOR 30/09/2014 19:13

    BRAVO.
    BRAVO.
    BRAVO.

    JEAN WYLLYS. UM NOBRE PARLAMENTAR. UM GRANDE PROFESSOR. UM NATO BRASILEIRO. UM HOMEM CULTO QUE NASCEU NO SEIO DA NOSSA SOCIEDADE, PRODUTO NOBRE, CRIATURA DE DEUS.
    ESTE NOSSO REPRESENTANTE, TEM VOZ, TEM BAGAGEM E TEM NOSSA AUTORIZAÇÃO PARA PARLAMENTAR O QUE LHE CONVIER DENTRO DE SUAS PRERROGATIVAS ADQUIRIDAS POR UMA INFINIDADE DE VOTOS DADOS PRO AQUELES QUE O VIRAM O ASSISTIRAM E O APROVARAM, QUANDO DA OPORTUNIDADE DE SUA MEGA EXPOSIÇÃO EM SHOW PELO SISTEMA DE COMUNICAÇÃO VISUAL DE MASSA.
    ESTE ILUMINADO SER HUMANO QUE DOMINA SISTEMATICAMENTE A LÍNGUA PORTUGUESA, GANHOU NOTORIEDADE PELA SUA SIMPATIA, SUA HUMILDADE E SOBRETUDO O SEU DESPOJADO JEITO DE SE DECLARAR DIFERENTE.
    DESTACADAMENTE O MAIS SÁBIO DE TODOS QUE ALI SE INSTALARAM, ELE, SOUBE TIRAR PROVEITO DAQUELA CONVIVÊNCIA PARA ESTAMPAR A SUA SABEDORIA PELAS LETRAS. COMEÇOU BEM NA VIDA, QUANDO OPTOU PELA PROFISSÃO DE PROFESSOR. GANHAVA POUCO, PORÉM APRENDEU MUITO.
    A SUA PERMANÊNCIA NA POLITICA VAI PERDURAR, VISTO QUE ELE CONVIVE EM UM MEIO ONDE A CULTURA DE CADA UM DAQUELES MEMBROS DAS BANCADAS É ESCASSA.
    NÃO EXISTE PREPARO E NEM TAMPOUCO ESTÃO PREOCUPADOS EM SE PREPARAR, O OBJETIVO É OUTRO.
    JEAN WYLLYS, UM GRANDE DEFENSOR DAS SUAS CAUSA EM MINORIA. A COMUNIDADE GAY A QUE ELE PERTENCE TEM FORÇA SUFICIENTE PARA APOIÁ-LO SEMPRE QUE FOR NECESSÁRIO E MAIS A OUTRA PARTE DA SOCIEDADE QUE O ADMIRA DEVERÁ MANTER POR TODO O TEMPO POSSÍVEL PARA QUE ELE COM SUA ARTICULAÇÃO FÁCIL CONSIGA ELEVAR O GRITO DE IGUALDADES E DE DEFESAS DE A TODOS OS SEUS PEQUENINOS.
    ELE TEM GRITADO MUITO, AINDA VAI GRITAR MAIS, VAI ENGROSSAR SUA FILEIRAS PARA TENTAR DAR UM TOM MAIS IGUALITÁRIO EM UMA SOCIEDADE QUE TENDE PENDER PARA O LADO DAS TEORIAS NAZISTAS, QUE FOI ENTERRADA, PORÉM AINDA TEM ALGUNS FANTASMAS QUE CIRCULAM EM NOSSOS MEIOS DE UMA SOCIEDADE QUE TEM O STATUS DE SOCIEDADE ORGANIZADA.
    AO NOBRE PARLAMENTAR, JEAN WYLLYS, NOSSO APOIO PARA O QUE DER E VIER. AFINAL, TIRAMOS DAS LETRAS A SABEDORIA PARA TORNAR O MUNDO MAIS FELIZ E ALEGRE.
    EM FIM, DEPOIS DAS GRANDES GUERRAS DO PASSADO, VEIO A ONU, PARA QUÊ?

    PAULO ALCANFOR

  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios