Publicidade

quinta-feira, 7 de março de 2013 CDHM, direitos humanos, homofobia, LGBTs | 15:29

Luta que segue – o que temíamos se materializou

Compartilhe: Twitter

Luto em Brasília: Grupos protestam contra eleição de Marco Feliciano para a CDHM

Hoje, os defensores, militantes, ativistas dos Direitos Humanos, aqueles e aquelas que dedicam suas vidas, suas lágrimas e seu suor pela causa, estão de luto. Um luto simbólico, mas tão real quanto a História que une as mulheres, os LGBTs, o povo de santo, os negros, as negras e todos os outros grupos difamados ao longo dos tempos. Enquanto a sociedade civil manifestava sua indignação por detrás de seguranças e cordões que barravam sua entrada na casa que é do povo, a Comissão de Direitos Humanos elegia um pastor declaradamente racista e homofóbico para presidir a comissão que foi criada para fazer a ligação entre o parlamento e a população brasileira.

Fiz o que pude, juntamente com meus colegas, amigos e aliados dos Direitos Humanos da população brasileira, Chico Alencar, Ivan Valente, Erika Kokay, Luiza Erundina, Luiz Couto, Padre Tom, Janira Rocha e Domingos Dutra (que renunciou ao cargo que era por ele anteriormente ocupado e liderou a nossa retirada do plenário antes da concretização da ditadura fundamentalista que se instalou na Comissão), e outros, mas nossa pequena “bancada” não teve chances perto da ditadura que ali foi imposta.

Manobra para destruir a CDHM como fórum político da voz das minorias

Sim, o que temíamos – mas não foi uma surpresa – se materializou. O deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) foi eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Uma Comissão de Direitos Humanos e MINORIAS não pode ser presidida por alguém que se põe publicamente contra MINORIAS! Sendo a CDHM uma comissão política e não legislativa, o objetivo da manobra é DESTRUIR a CDHM como fórum político das vozes das minorias!

Para quem não lembra ou não conhece, Feliciano é aquele pastor cujo discurso público estimula a violação da dignidade humana desses grupos estigmatizados. Foi dele o discurso de que o problema da África negra é “espiritual” porque “os africanos descendem de um ancestral amaldiçoado por Noé”, revivendo uma interpretação distorcida e racista da Bíblia que já foi usada no passado para justificar a escravidão dos negros. Foi ele também que se referiu à AIDS como “o câncer gay”, ressuscitando, pra seus milhares de fiéis, um estigma sobre os homossexuais que julgávamos morto e enterrado.

A tomada da CDHM foi tão orquestrada que nem adiantaram as nossas tentativas de diálogo para que um quadro mais identificado com a garantia dos Direitos Humanos e da dignidade das minorias estigmatizadas fosse indicado. Acompanhem: O PT abriu mão da CDHM, sabendo que o PC do B optaria pela de Cultura. Em seguida, com o PC do B tendo de abrir mão da CDHM, o PSC pegou a comissão. Sabendo que o PSC enfrentaria resistência dos demais membros, o PMDB (Eduardo Cunha, leia-se) abriu mão de suas vagas para o PSC. Com essa manobra, mais o apoio dos fundamentalistas do PSDB, que também cederam suas vagas, o PSC pôde garantir a maioria na CDHM. Após a suspensão da reunião de ontem, uma nova sessão fechada foi marcada pelo presidente Henrique Eduardo Alves para essa manhã, às 9h, e assim garantir o pastor Marco Feliciano na presidência da CDHM.

Nossa nação “subtraída em tenebrosas transações”

Nossa nação continua “subtraída em tenebrosas transações”, como cantou Chico Buarque pra se referir a manobras nos tempos da ditadura. Espero que os movimentos sociais não se cansem de contestar essa manobra e essa indicação absurda. E que outros atores sociais que defendem umESTADO LAICO, a justiça social e a dignidade de minorias entrem nessa batalha também! Nós não desistiremos. Faremos o que for de nossa competência para tentar reverter esse quadro. Já está marcada, inclusive, uma reunião para terça-feira (12), onde discutiremos as nossas alternativas e já estamos recolhendo assinaturas para a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Dignidade Humana e Contra a Violação de Direitos, que terá a deputada Luiza Erundina como presidenta. Luta que segue!

Termino com algumas palavras de Mahatma Gandhi, na tentativa de enxergar alguma luz na escuridão que se instalou na luta pelos direitos humanos do Brasil: “A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido. Não na vitória propriamente dita.”

Autor: Tags:

9 comentários | Comentar

  1. -42 fereemorp 17/04/2013 16:27

    A tooth (plural teeth) is a cheap, calcified, whitish order found in the jaws (or mouths) of innumerable vertebrates and used to break down food. Some animals, explicitly carnivores, also take teeth in behalf of hunting or for defensive purposes. The roots of teeth are covered by means of gums. Teeth are not made of bone, but rather of multiple tissues of varying density and hardness.

    The community design of teeth is nearly the same across the vertebrates, although there is respectable modulation in their show up and position. The teeth of mammals have esoteric roots, and this decoration is also create in some fish, and in crocodilians. In most teleost fish, how, the teeth are partial to to the outer outwardly of the bone, while in lizards they are fastened to the inner surface of the jaw alongside a man side. In cartilaginous fish, such as sharks, the teeth are joined beside rough ligaments to the hoops of cartilage that form the jaw.

  2. -43 marco 12/03/2013 9:30

    SE OS DESCENDENTES DA AFRICA SÃO AMALDIÇOADOS E OS BRASILEIROS DESCENDEM TAMBÉM DOS AFRICANOS…………………..

  3. -44 Iara Silva 11/03/2013 8:52

    É assim que funciona a nossa política, cheia de manobras para burlar a democracia… Quanto ao comentário do sr. “Marcus Vinícius”…lamentável… é por isso que há muita luta ainda para combater o preconceito! Desejo que as crianças saibam do significado de ser homossexual ou quaisquer outras denominações referentes às minorias sem esses termos pejorativos… O preconceito vem de casa, passado de pais para filhos…Se ele pensa assim seu filho também pensará…triste!!!

  4. -45 Yossef 11/03/2013 8:00

    Caro Jean,

    Temos que tirar o sr Feliciano da posição que o colocaram a qualquer custo. O sujeito, assim como os outros que o colocaram lá, não prestam. Só agem por interesse próprio, para se beneficiarem mutuamente, o que parece ser o mal maior do povo brasileiro. Um povo que só faz alguma coisa se mexerem com o que lhes interessa individualmente. Aqui não há coletividade, cidadania, nada.
    E por falar nisso tudo, me parece que você só está se manifestando porque o cara (Feliciano) é homofóbico declarado. Eu não soube de algum movimento seu em favor dos cristãos, ou da ética da política, etc. Quando você fala de direitos humanos você só fala dos direitos dos gays, e agora , se aproveitando da situação, dos negros. E nós, cristãos caucasianos héteros ? Hoje em dia, com tanta manifestação gay, tanto incentivo para viados (Novelas, realities, etc), nós passamos a ser minoria… Acho que vamos ter que criar um movimento pela defesa dos nossos direitos. Dos não pervertidos, dos normais, dos honestos, dos que pagam os impostos, dos que não roubam o erário, dos que tem família (Homem, mulher e filhos, se houver), dos que são brancos, dos que não tem cotas, dos que não tem bolsa família, dos que não mamam nas tetas do povo, etc. Nós sim é que somos minoria neste maldito país!!!

  5. -46 minouche arieref 10/03/2013 23:52

    SE DEIXARMOS, COM CERTEZA ACONTECERÁ UMA SEGUNDA INQUISIÇÃO. LUTE SIM JEAN WILLIS, NÃO DEIXE ESSA CORJA, QUE SE PENSAM DEUSES, TOMAR O PODER E IMPOR SUAS VONTADES. ESTOU CANSADA DE GENTE PRECONCEITUOSA QUE NÃO CONSEGUE DEIXAR AS PESSOAS VIVEREM EM PAZ E COM SUAS ESCOLHAS. ESSAS AMEBAS DEVERIAM APRENDER COM OS ANIMAIS O SENTIDO DO VERDADEIRO AMOR.

  6. -47 Edson 10/03/2013 23:19

    É incrivel ver como essas pessoas dignas de desprezo, que se dizem crentes em Deus, abençoadas por Deus pelo simples fato de a Ele terem se entregados, e portanto, estão a meio passo de serem perfeitas e ganharem o reino do céu, são tão hipócritas em cada letra que conseguem cuspir.
    Enquanto pessoas elevadas e espiritualizadas buscam ajudar os mais pobres, os drogados, as misérias sociais; outras estão mais preocupadas com quem eu ou você vai pra cama, toma para parceiro na vida e de que forma você decidiu ser feliz.
    Essas pessoas são as verdadeiras aberrações da humanidade, são aquelas que no auge de sua insanidade gritam aos quatro ventos que o insano é o outro, que o defeito está lá, no outro, mas nunca neles mesmos, porque em sua desesperada luta contra seus próprios medos e pecados ele não suportam saber que depois de terem se esforçado tanto, eles ainda continuam meros cagões, covardes e cegos em suas ignorâncias.
    Eu nunca consegui entender como é que pessoas que deveriam buscar a Deus para se elevarem espiritualmente pudessem perder tanto tempo e esforço de suas vidas a julgar e condenar outras pessoas.
    O que passa pela cabeça desses dementes, fanáticos religiosos ( melhor, ignorantes religiosos) para acharem que estão fazendo o certo em julgar e condenar, quando deveriam saber que só Deus há de fazer isso, só Ele tem tal poder e direito.
    Se ser gay é tão horrendo assim assim e tão abominável aos olhos de Deus, então, o primeiro mandamento deveria ter sido: não deitais com pessoas do mesmo sexo. Até onde eu consigo me lembrar, acho que isso não está entre os dez mandamentos; ou será que os evangélicos resolveram criar o décimo primeiro mandamento?!
    Com tudo que acontece no mundo de ruim, vê-se que matar, roubar, fazer guerra, cobiçar a mulher do próximo, não honrar pai e mãe, etc, não significa nada se for comparado a você amar e ser amada por uma pessoa do mesmo sexo.
    Talvez fosse mais saudável que ao invés de amor estivessemos espalhando ódio, discórdia e destruição. Talvez fosse melhor que todos os gays fossem heteros,machos suficientes para chamarem as mulheres de cachorras, estuprarem as filhas, primas, enfim, todas as mulheres da família; machos capazes de fazerem filhos indiscrimnadamente e deixá-los entregues a sorte da vida para, com a ajuda de Deus, serem ao menos marginais e não viados.
    Eu espero que Deus seja realmente capaz de mostrar a esses cegos de alma o grande risco de se acreditar em falsos profetas, pois é na mãos desses que está a destruição do mundo.

  7. -48 Carlos Roquette 10/03/2013 22:30

    É assustador q ninguém comente o verdadeiro problema desta questão.

    No Brasil, desde a 1ª Constituição Republicana ( 1891 ), o Estado e a Religião estão separados, ou seja, o Estado é laico.

    Nenhum grupo ( ou indivíduo ) religioso pode impor suas crenças específicas ao resto da população.

    O Governo ( Executivo, Judiciário, Legislativo ) tem a OBRIGAÇÃO LEGAL d evitar q isto aconteça.

    Logo, não pode 1 pastor, seja d q religião for, s aboletar em cargo legislativo e, por intermédio dele, querer impor as crenças específicas da sua religião ao resto do povo brasileiro.

    É inconcebível q isto esteja acontecendo no país.

    Cidadãos q constam na folha d pagamento d religiões ( ou simulacros d ) organizadas sequer deveriam ter o direito d s candidatar.

    Aonde está a Justiça Eleitoral q não v isto?

    Porq o Ministério Público ainda não tomou uma providência a este respeito?

    Não deveriam os interessados em acabar c/ este abuso começar a pagar seus impostos em juízo?

    O movimento necessário é o d retirar dos governos ( federal, estaduais, municipais ) os religiosos q tentam impor as crenças específicas das suas religiões ao resto d nós.

    Religião é assunto d foro íntimo. Quem sentir necessidade dela q vá procurar a q melhor lhe convém. Não pode ser imposta, por seus seguidores, ao conjunto da população.

    Até quando vamos permitir que pessoas intelectualmente deficitárias ditem as normas?

    Dr. Carlos Roquette, advogado / magistrado aposentando

  8. -49 Alex 10/03/2013 20:36

    Como é fácil um bando de internautas boçais opinarem sobre este assunto, afinal, devem ser brancos, cristãos e heterossexuais!
    Pobreza intelectual e conhecimento rasteiro, vocês são efeitos, reverberação das tradições mais nojentas desta cultura colonizada.

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última
  5. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios